O que eu aprendi com os finais de ano

  • Post author:

Não lembro bem em que época da minha vida ouvi alguém dizer para escrever num papel o que eu quisesse pedir para o próximo ano. Que o que eu escrevesse iria acontecer de verdade. Eu ri e achei a maior bobagem aquilo.

Os anos foram passando e resolvi então fazer isso uma vez, só para ver no que dava. Foi num final de ano que peguei um papel e me pus a pensar o que eu iria pedir. E então descobri que eu não sabia o que escrever naquele papel. Fiquei intrigado com aquilo, porque era difícil “pedir”. Eu nunca tinha parado para pensar o que eu queria para mim.

Lembro que depois de enfim escrever algumas coisas, dobrei o papel e guardei. Só fui lembrar do papel no final do outro ano. Procurei, achei e para minha surpresa quase tudo o que eu escrevi tinha acontecido. Mas isso não é uma superstição. É um exercício!

Pensa comigo, se você não sabe o que quer como vai pedir?

As pessoas que vivem ocupadas trabalhando, normalmente são engolidas pela rotina e nunca se perguntam o que elas querem para si. Isso é mais normal do que se pensa. Mas não tem que ser assim.

Os finais de ano são uma ótima oportunidade para colocar no papel seus pedidos para o próximo período. Como está sua vida e sua empresa? Que tal imaginar uma nova realidade para 2021?

Lembre-se: sempre é tempo de reinventar!

Compartilhe isso
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin